shutterstock_78691282

Ruínas paradisíacas

Conteudo Isobar

Símbolos da cultura maia, as ruínas de Tulum são cercadas por praias de águas azul-turquesa e muitos atrativos naturais.

Que tal conhecer uma cidade onde cultura, história e algumas das praias mais bonitas do México se encontram? Esse lugar é Tulum, cidade arqueológica na Riviera Maya que já foi um importante ponto comercial no século 16 e só foi redescoberta séculos mais tarde, tornando-se o destino perfeito para quem busca contato com a natureza e a riqueza da cultura maia.

Localizada a cerca de 130km de Cancun – principal destino turístico do país –, Tulum é basicamente dividida em três partes: a zona arqueológica, o centro da cidade e a faixa das praias, emolduradas pelo oceano azul-turquesa, areia branca e muita tranquilidade.

CULTURA MAIA

A cidade era conhecida pelos maias pelo nome de Zamá, que significa “cidade da aurora”. No entanto, Tulum também é uma palavra maia que quer dizer “barreira” ou “parede”. Mais do que compreensível, pois o lugar encontra-se rodeado de muralhas espessas, que à época protegiam a área reservada para atividades da elite da sociedade local.

Dessa única zona arqueológica estabelecida à beira do mar, certamente a mais famosa é “O Castelo”, que fica próxima de um escarpado de onde pode ser apreciada a linda vista para o mar – e, sem dúvida, a parte mais fotografada da região.

Também é possível se aproximar de construções como a Casa Cenote, uma gruta onde também se pratica muito o mergulho, e o Templo del Dios Descendente, formado por templos próximos às colinas da região.

PRAIAS E CIDADE

Como em qualquer cidade diminuta, o centro de Tulum oferece serviços básicos para qualquer turista, tais como pequenos comércios, farmácia, restaurantes simples e opções de pousadas baratas e pouco confortáveis.

Contudo, os trechos mais afastados do centro e da zona arqueológica são os mais procurados pelos turistas, pois reúne pouca gente e tem praias mais vazias. Por isso, esqueça grandes resorts em regime all-inclusive. Caso queira hospedar-se na própria Tulum, estão à disposição apenas pequenas pousadas, algumas até com acesso restrito à energia elétrica. Entre elas, a Posada Margherita, que segue o conceito low profile sem perder a elegância e o conforto.

RESERVA SIAN KA’AN

Mais ao sul de Tulum, a reserva ecológica tem cerca de meio milhão de hectares, que compreendem praias, arrecifes de coral, dunas e uma floresta tropical que abriga centenas de espécies de aves, animais e vegetais. Neste Patrimônio da Humanidade reconhecido pela Unesco é possível navegar pelos canais num mangue, subir na parte alta de uma pirâmide e observar Sian Ka’an, que na linguagem maia significa “onde nasce o céu”.

Tanto a reserva quanto os demais passeios oferecem toda a estrutura para turistas, e você pode encontrar mais informações visitando o site de Tulum.

Mais Matérias