Há uma TV touchscreen com mais de mil horas de programação | Crédito: Divulgação

Le petit joie

Conteudo Isobar

Air France lança novíssima cabine primeira classe com atenção ao requinte dos detalhes.

Viajar sempre é uma experiência inesquecível – na mais ampla acepção da palavra. São relíquias das memórias todas as dores e as delícias que uma jornada implica.

Seja na questão filosófica ou prática do assunto, as facilitadoras desse tipo de experiência sabem bem o que isso significa. Caso da Air France, que acaba de lançar a nova cabine de 1ª. classe, a La Première.

Não se trata da cabine mais suntuosa encontrada em Boeings 777, porém, como diz o site Business Insider, é um movimento claro da companhia para colocar o luxo gaulês no circuito internacional de viagens. Aqui, o requinte adquire um significado peculiar com o french touch, pavimentado por quem entende do assunto. Afinal, além da nacionalidade, a companhia tem 80 anos de expertise em conduzir passageiros de uma ponta à outra do mundo.

Há uma série de praticidades da nova cabine, que é individual (são quatro por aeronave e, ao todo, 76 alojamentos deste tipo em 19 Boeings 777). A começar pelo espaço amplo, que permite o recebimento de um convidado em um sofá anexo até a composição de uma cama de mais de dois metros de extensão. Uma TV individual touchscreen HD de 24 polegadas em 12 idiomas garante mais de mil horas de entretenimento, entre jogos, séries de TV, filmes e música.

Além dos predicados que garantem o conforto extremo em viagens longas, há o preciosismo dos detalhes. O passageiro controla a iluminação da cabine por um botão. O travesseiro e o edredom são fornecidos pela rede de hotéis Sofitel, e uma cortina com tiras de couro permite ao passageiro decidir se quer ficar total ou parcialmente em privacidade.

Um presente exclusivo é dado ao viajante da La Première: um nécessaire de cosméticos Givenchy com creme para o rosto, roll-on de “lift intenso” anti-cansaço para os olhos, batom, creme para as mãos e outros itens.

Se as vantagens já compensam por si só, não param por aí. O cardápio de refeições é assinado por uma equipe de chefs premiada com três estrelas no Guia Michelin – os culinary designers Joël Robuchon, Régis Marcon, Guy Martin, Anne-Sophie Pic e Michel Roth. Os vinhos são franceses, invariavelmente, e a carta é atualizada a cada dois meses. A decoração da mesa vem no melhor estilo jantar francês, com porcelana Bernardaud, copos e taças Christofle e sob curadoria de Jean-Marie Massaud.

Longas horas de uma viagem transcontinental podem desanimar, mas o luxo é o limite – e o conforto frequentemente almejado.

Mais Matérias