Capa: estabelecida nas montanhas mais ao sul do mundo, Cerro Castor tem uma das temporadas de esqui mais longas da argentina

Esqui no fim do mundo

Conteudo Isobar

Conheça Cerro Castor, a estação mais austral do planeta e que a cada temporada conquista mais turistas.

Estrategicamente instalada em uma das montanhas mais ao sul do continente, a estação de esqui de Cerro Castor é um verdadeiro deleite para quem gosta de neve. Situada na geladíssima (com o perdão do trocadilho) Terra do Fogo, a base esportiva tem sido cada vez mais procurada por turistas de todo o mundo.

Graças à sua localização privilegiada, no paralelo 54 da Latitude Sul, o complexo, aberto em 1999, tem neve abundante e fofa praticamente o ano todo. A temporada de esqui inicia-se em junho e, mesmo em outubro, às vésperas do verão no Hemisfério Sul, as montanhas de Cerro Castor ainda estão aptas para a prática dos principais esportes de inverno.

Acessível por um teleférico, a estação tem 30 pistas nos mais diversos graus de dificuldade. Quem está aprendendo, por exemplo, tem o apoio dos magic carpets (esteiras para iniciantes), enquanto os mais experientes tem o próprio snowpark, com desafios mais complexos de esqui e snowboard.

Para as crianças, o parque organiza várias atividades, separando-as por faixa etária. Dos três meses aos três anos, os pequenos ficam em uma creche com monitores; até os cinco, eles já podem dar os primeiros passos no jardim de neve; enquanto que na escolinha, que vai dos seis aos 12 anos, os mais velhos fazem as suas primeiras descidas acompanhadas.

Caso você não esteja paramentado para desbravar as montanhas de Cerro Castor, o lugar tem duas lojas de aluguel de equipamentos, com todos os itens essenciais para começar. E quando a fome bater, o turista ainda poderá escolher entre os seis restaurantes na base central da estação.

Localizada a 30 minutos de carro de Ushuaia, a cidade mais próxima, a estação ainda oferece uma charmosa opção de hospedagem. O Castor Sky Lodge tem 15 chalés independentes alojados em meio a uma pequena floresta próxima à estação. Construídas com pedras, troncos e madeira, as cabanas abrigam de duas a sete pessoas e conseguem isolar o frio extremo da região, que se encontra a menos de 1.000 quilômetros da Antártida.

Produtos Estilo Para Você

Mais Matérias