capa_02

Doce Suíça

Conteudo Isobar

Quem deseja conhecer o pequeno país europeu descobrirá um destino cheio de doces surpresas.

A Suíça é um dos roteiros mais caros da Europa, mas a ida até o país vale cada real convertido. Dono de uma economia estável, famoso por sua civilidade, relógios e canivetes, o entorno suíço encanta os turistas por suas paisagens pitorescas, formadas pelos Alpes e lagos de beleza espetacular.

Embora a capital Zurique ofereça toda estrutura das grandes cidades, muitos dos turistas que visitam o país vão à procura de seu bucolismo provinciano. Destino certo para quem procura as melhores pistas de ski e snowboard, a Suíça possui uma faceta que muitas vezes passa desconhecida por turistas de primeira viagem: as rotas cênicas.

Quem deseja realmente conhecer a Suíça e suas cidadezinhas românticas com vacas e cabras espalhadas pela vizinhança, precisa abdicar do carro e encarar outro meio de transporte mais sustentável: o trem. Com cerca de 5.000 km de linhas ferroviárias, optar por esse meio de transporte coletivo e ecológico (os trens são movidos à energia elétrica) é garantia de uma experiência única.

Com vista panorâmica, os vagões permitem que os turistas desfrutem das vistas mais encantadoras do mundo. Mas, para a experiência ser tipicamente suíça, alie ao prazer de subir e descer as encostas dos Alpes, uma visita a fábricas de chocolates.

De maio a outubro (meses onde as temperaturas são mais amenas), a cidade de Montreaux – que abriga também um famoso festival de Jazz durante o mês de julho – oferece aos turistas uma linha de trem especial chamada Trem de Chocolate. Devidamente acomodados em um vagão de primeira classe, os que adquirem o golden pass passam o dia em um roteiro peculiar.

Saindo de Montreaux pela manhã, o trem faz uma parada na cidade medieval de Gruyères (de onde o famoso queijo se origina) para uma visita guiada em duas fábricas de queijo. Em seguida, o trem parte para Broc, onde os turistas participam de outra visita guiada, agora pela fábrica da Nestlè.

Durantes os meses de junho, setembro e outubro, a joint venture possui três saídas semanais, às segundas, quartas e quintas. Durante os meses de julho e agosto, onde a procura é maior, o trem possui saídas diárias, uma vez por dia. Cada passagem sai por 99 francos.
Para bookings e mais informações, acesse o site oficial da rota cênica. A Lufthansa também oferece o passeio – é só embarcar e se deliciar com as iguarias que essa jornada extraordinária proporciona.

Produtos Estilo Para Você

Mais Matérias