shutterstock_175803566

A hora do Hanami

Conteudo Isobar

Veja o que você precisa saber sobre a temporada de cerejeiras no Japão.

Todo bom apreciador de flores deve conhecer uma das práticas milenares que envolvem esta fina arte: sakurazensen. Soa como japonês? E é: significa, em tradução, frente de florescimento das sakuras, uma das celebrações mais importantes do país nipônico diante de um período que dura, no máximo, duas semanas. O objetivo é um só: celebrar a temporada das cerejeiras no Japão.

Existe um significado mais profundo para o Hanami, cuja tradução é “contemplar flores”. A tradição cultural japonesa, costumeiramente vinculada ao budismo, traz o efeito das cerejeiras representarem a transitoriedade da vida, sua natureza efêmera entre beleza e morte.

Essa associação da sakura e o rico simbolismo estão no DNA da cultura do país: é possível vê-la em mangás, animês, filmes e arte japonesa. Samurais, guerreiros típicos de simbolismo da cultura japonesa, são notórios apreciadores da flor de cerejeira. E são mais de 100 espécies da planta só no Japão.

A sakurazensen é um fenômeno retratado pela imprensa japonesa milimetricamente. A temporada de floração varia de acordo com o clima ameno de cada região do país. Na ilha subtropical de Okinawa, sul nipônico, as flores de cerejeira se abrem em janeiro, enquanto no norte da ilha de Hokkaido elas se abrem apenas em maio.

A grande maioria das cidades, contudo, vê a floração acontecer no início de abril – isso inclui cidades como Tóquio, Osaka e Kyoto.

Ainda assim, o tempo de florescimento varia de ano a ano, de acordo com o clima. Se as condições climáticas estiverem mais amenas durante a pré-temporada, a flor de cerejeira brota mais cedo; se está mais frio, a floração ocorre mais tarde – o que costuma dar uma sensível diferença de uma ou duas semanas ao calendário. À medida que a frente das sakuras vai florescendo, hordas de turistas vão seguindo esse efeito dominó da natureza.

O mais bacana é que a época do Hanami traz ao Japão a temporada de grandes piqueniques sob as cerejeiras – uma maneira de celebração milenar no país. Muitos desses piqueniques coletivos atraem verdadeiras multidões por todo o Japão. As melhores dicas e a data média de florescimento podem ser conferidas em inglês no site Japan Guide.

Que tal programar a sua viagem para ver as cerejeiras no ano que vem? Uma viagem de contemplação, de beleza e de tranquilidade, e de percepção sobre como aproveitar a vida o quanto for possível, é o mínimo que o Hanami oferece.

Mais Matérias