elon-musk

Mestre da tecnologia

Conteudo Isobar

Elon Musk: a modernidade do amanhã é conquistada hoje

Elon Reeve Musk é daquelas pessoas para quem não parece haver limites. Desde muito cedo, o empreendedor nascido em Pretória, capital administrativa da África do Sul, demonstrou vocação para ser revolucionário. O brilhantismo dele acabou expandindo-se por muitos setores do desenvolvimento tecnológico.

Para quem, aos 11 anos de idade, inventou o próprio vídeo-game, Elon Musk ensaiava, desde criança, conquistas de peso associadas a seu nome. Quando atingiu 28, já havia acumulado milhões de dólares com a venda da empresa fundada por ele Zip2 – especializada em produção de conteúdos – à gigante multinacional Compaq.

Anos mais tarde, Musk faturaria com a PayPal, companhia que permite transferências financeiras por meio de endereços de e-mail. A marca criada por Peter Thiel e Max Levchin foi adquirida pelo site de compras eBay a US$ 1,5 bilhão.

A ascensão do empreededor revolucionário, contudo, não cessaria ali. Mais recentemente, o planeta Terra tornou-se pequeno para Musk: em 2011, a SpaceX, uma das empresas de sua propriedade, atualmente, decidiu oferecer o primeiro voo comercial à Lua! Infelizmente, a empreitada acabou não se concretizando.

SUSTENTABILIDADE

Não é novidade que a marca norte-americana de automóveis Tesla Motors dedica-se à montagem de veículos elétricos de alto desempenho. Apesar de ter sido fundada em 2003 pelos engenheiros Martin Eberhard e Marc Tapernning, os holofotes miraram a companhia de vez apenas em 2012, quando Elon Musk concluiu o modelo Tesla Roadster, um esportivo capaz de percorrer até 350 km.

Hoje dono de pouco mais de 22% da montadora sustentável, o filantropo de Pretória estabeleceu-se como seu diretor-geral, mais conhecido como CEO. À frente da Tesla Motors, Musk já declarou que pretende criar produtos a preços acessíveis à classe média norte-americana.

O segundo modelo Tesla, o Model S, um sedan de luxo lançado nos Estados Unidos, em 2012, possui autonomia maior que qualquer carro elétrico já fabricado no mundo (426 km), utilizando-se apenas de um carregamento de bateria de 85 kWh.

ALTA VELOCIDADE

Além de conseguir proeminência na indústria automobilística, Musk desenvolveria o Hyperloop, uma quebra de paradigmas em termos de transporte de alta velocidade. Ele consiste em um tubo de baixa pressão por onde passam cápsulas rapidamente.

O empreendedor propôs concluir a ligação entre as metrópoles de Los Angeles e de San Francisco com seu projeto inovador. Menos vulnerável aos recorrentes sismos da Califórnia, a tecnologia não permite descarrilhamentos, como no caso de trens.

Hoje, há 400 profissionais envolvidos na iniciativa. Ela foi orçada em US$ 6 bilhões e conta com o apoio da Boeing, da SpaceX, da Aecom (empresa de engenharia de design) e da Oerlikon Leybold Vacuum (ligada ao desenvolvimento de sistemas de vácuo). A expectiva é de que o trajeto entre as duas cidades do estado norte-americano custe US$ 20 e dure apenas 35 minutos.

Definitivamente, Musk deseja provar que toda a modernidade do amanhã é algo a ser feito hoje, agora.

Mais Matérias