P90150225_medRes

In blue waters

Conteudo Isobar

Rolls-Royce lança edição limitada em tributo ao piloto recordista Sir Malcolm Campbell e sua lancha Bluebird K3.

Na manhã de 1o de setembro de 1937, Estados Unidos e Grã-Bretanha competiam pelo título de nação mais rápida sobre as águas, que culminou em um novo recorde de velocidade náutica: 203,3 km/h. O autor do feito era o britânico Sir Malcolm Campbell, que pilotava sua lancha hidroplano Bluebird K3 com o motor R-engine da Rolls-Royce. No dia seguinte à competição, Sir Malcolm conseguiu bater seu próprio recorde, chegando a impressionantes 208,4 km/h, e saiu vitorioso sobre os norte-americanos, invictos campeões de corridas de hidroplanos havia cinco anos. Dois anos depois, o piloto foi além e chegou aos 228,1 km/h.

Para celebrar a lenda Malcolm Campbell, um apaixonado por velocidade que ainda é lembrado e celebrado pelos britânicos, a Rolls-Royce anunciou uma edição limitada do suntuoso conversível Phantom Drophead Coupé. A Waterspeed Collection terá apenas 35 unidades produzidas com inspiração na Bluebird K3, com detalhes em aço escovado que complementam perfeitamente a Maggiore Blue, cor especial criada exclusivamente para a coleção, um azul que remete ao tom amado pelo piloto.

Segundo a lenda, na época em que começou a pilotar carros de corrida, antes de passar para o mundo náutico, Sir Malcolm foi assistir a uma peça e ficou tão impressionado que, ao sair do teatro, comprou um grande estoque de tinta e, além de pintar seu carro de azul, o batizou com o nome do espetáculo: Bluebird.

Segundo o CEO da grife, Torsten Müller-Ötvös, o sucesso obtido por Campbell em seus recordes mundiais de velocidade em terra e água foram resultado de seu compromisso com os mais exigentes padrões de design britânico e excelência em engenharia. “Tais atributos são a marca de todo automóvel Rolls-Royce, para garantir a posição da marca no topo da indústria de carros super-luxo.”

Para criar o modelo, os designers da Rolls-Royce visitaram um pátio náutico onde iates da Copa Americana de 1930 estavam sendo restaurados e, assim, tiveram a ideia de criar um espaço ao mesmo tempo indoor e outdoor, sendo que a parte interna do veículo é all-weather resistant, assim como uma embarcação de luxo.

No interior da máquina, detalhes em madeira com acabamentos feitos à mão evocam a sensação de um barco deslizando sem esforço sobre a água. No exterior, o Maggiore Blue contrasta com o capô preto e frisos metálicos em aço, que remetem ao design da icônica lancha.

Debaixo do capô, é a força dos 435 cavalos do motor V12 de 6.75 litros que cuidam de dar velocidade à embarcação sobre rodas, que chega a 240 km/h e faz 0-100 km/h em 5,8 segundos. A capota é a maior entre todos os conversíveis do mercado e possui isolamento acústico com cinco camadas que separam os ocupantes do mundo externo. A estrutura é forrada com um blend de cashmere que atua mais como um terno bem cortado do que como um teto de lona.

Ainda não há data de lançamento da Phantom Drophead Coupé Waterspeed Collection, mas já podemos dizer que é uma verdadeira joia sobre rodas.

Mais Matérias