A estilista Luisa Farani

Preparo e bom gosto

Conteudo Isobar

Estilista Luisa Farani lança a coleção [Super]stição

A ascensão meteórica da carreira da estilista brasiliense Luisa Farani não se resume apenas às adequadas menções feitas pelas revistas Vogue e Harper’s Bazaar ao trabalho dela. Tampouco ao fato de a grife Luisa Farani ter conquistado clientes de repercussão, como as beldades da televisão Paola Oliveira, Taís Araújo e Flávia Alessandra. O sucesso da marca de apenas um ano de mercado é, na verdade, fruto de trabalho, preparo e mais uma farta dose de bom gosto.

Desde que se formou publicitária, Luisa vem dedicando energias ao ramo da moda. Em 2007, seguiu para Londres, onde trabalhou na criação da Issa London, marca da também brasileira Daniella Helayel. A duquesa de Cambridge, Kate Middleton, usou um dos icônicos vestidos da Issa, durante o anúncio de seu noivado com o príncipe William, em 2010. A peça chegou a ser vendida por £ 575.

Anos mais tarde, o frio londrino daria lugar à charmosa Florença, na Itália. No Polimoda International Institute of Fashion Design & Marketing, Luisa concluiu o mestrado, antes de regressar ao Brasil, em 2015. Desde então, à frente da grife Luisa Farani, a agenda é sempre cheia.

“Desculpe-me a demora para responder, é porque estou em São Paulo, recebendo clientes”, retratou-se à reportagem da revista Estilo BB, por telefone.

INVERNO 2016

O mais recente lançamento de inverno da Luisa Farani, a coleção [Super]stição, inspira-se no espetacular festival Kukeri, que ocorre na Bulgária, sempre aos finais de janeiro. Segundo a crença local, as fantasias e máscaras vestidas durante os desfiles ajudam a afastar maus espíritos e a trazer saúde e prosperidade.

As peças da coleção contêm estampas exclusivas de amuletos da sorte e bordados de crisântemos, símbolos de paz e tranquilidade no lar. “A intenção é explorar esse tema de roupa como proteção, de como a gente se aproveita da roupa para se proteger e de como a gente usa todos esses amuletos para tentar controlar a nossa vida, nos proteger de alguma forma”, resumiu a estilista.

A [Super]stição trabalha sobreposições e reintroduz clássicos, como a camisa branca, combinada com vestidos longos e curtos e com camisas tradicionais. Para adquirir uma das peças da coleção, contudo, ainda vai ser preciso aguardar. “O que eu estou lançando hoje só vai entrar na loja no final do ano”, concluiu.

LUISA FARANI SHOP

Em seu trabalho, Luisa busca aliar a pesquisa artística (turbinada pelos 16 anos que morou fora do Brasil) às silhuetas atemporais e à utilização de materiais nobres para criar vestimentas elegantes e funcionais. Como ela mesmo descreve, “as roupas são para mulheres originais, que amem viajar e que não vivam sem arte”.

A lista de clientes ilustres da Luisa Farani tem ainda: Julia Petit, Camila Coutinho e Ticiane Pinheiro, além das modelos Ana Beatriz Barros e Daniela Braga.

No site da grife, é possível conhecer as coleções. As peças estão à venda em lojas de Brasília (Ortiga), de São Paulo (Gallerist, Choix e Areaoito) e do Rio de Janeiro (Dona Coisa). Encomendas podem ser feitas online.

Mais Matérias