shutterstock_162373451

Do palco às ruas

Conteudo Isobar

Marca francesa que começou produzindo sapatos para bailarinas hoje também oferece sapatilhas disputadas por mulheres em todo o mundo.

Agradar aos pés dos mais exigentes bailarinos e da musa Brigitte Bardot não parece tarefa fácil, mas a marca francesa Repetto consegue – e há quase 70 anos. Tudo começou quando o bailarino Roland Petit, com dificuldades de encontrar sapatos adequados, pediu que sua mãe produzisse suas sapatilhas de balé.

Foi então que Rose Repetto abriu uma pequena loja próxima à Ópera Nacional, em Paris, frequentada por grandes bailarinos, tais como Béjart, Nureyev, Baryshnikov e Carolyn Carlson. Todos em busca das melhores sapatilhas e roupas de dança.

As técnicas desenvolvidas por Rose, em 1947, continuam sendo utilizadas até hoje. Entre elas, a costura da sola das sapatilhas, que é feita de dentro para fora com o objetivo de garantir durabilidade e conforto para os dançarinos. As ponteiras – uma das partes mais importantes do calçado – foram adaptadas em parceria com a Université de Technologie de Compiègne e minimizam a dor e o barulho, quando em contato com o palco.

Com todo o know-how que garante o conforto, a parte estética não fica atrás e as sapatilhas saem dos palcos para ganhar as ruas. A beleza e o apuro das sapatilhas de balé renderam um pedido inusitado à fundadora da marca: em 1956, a musa e atriz francesa Brigitte Bardot solicitou que Rose produzisse um sapato especial (a sapatilha Cendrillon), que foi usado pela atriz durante as filmagens do longa-metragem E Deus Criou a Mulher.

Brigitte não foi a única personalidade que se tornou fã da técnica e do design da Repetto. No início da década de 1970, o ator e cantor Serge Gainsbourg viu-se fascinado pelo sapato Zizi – modelo criado por Rose especialmente para sua nora, Zizi Jeanmaire – e tornou-se embaixador da marca.

Atualmente a Repetto produz não apenas sapatilhas, mas também modelos como Oxford, Mary-Jane, mocassins, botas, sandálias e até tênis. Além disso, criou coleções especiais em parceria com grifes e estilistas famosos, tais como Comme des Garçons, Issey Miyake, Yohji Yamamoto e Karl Lagerfeld.

Desde 2010, no Atelier Repetto, em Paris, as clientes ainda têm a possibilidade de criar suas próprias sapatilhas personalizadas. São 252 opções, com variadas cores e materiais. Tudo isso sem perder as características tradicionais e exclusivas da marca.

Para saber mais e conhecer os modelos de perto, acesse o site .

Mais Matérias