capa

Closet poderoso

Conteudo Isobar

Duas séries de grande sucesso atual, “Mad Men” e “House of Cards” se destacam também por seu figurino impecável e ganham fãs no mundo da moda.

A arte pode até imitar a vida, mas a ficção tem provado, cada vez mais, que possui alta capacidade de inspirar a realidade e influenciar nosso cotidiano.  Prova deste comportamento é a bem-sucedida parceria entre a televisão, o cinema e a moda, grandes responsáveis pelo comportamento de consumo atual.

Uma das séries de grande sucesso de audiência, “Mad Men” inspirou inúmeros editoriais e desfiles de moda ao longo de suas seis temporadas (a sétima tem estreia prevista para 13 de abril, nos Estados Unidos). Ambientada no final da década de 1950 e inicio dos anos 1960, a trama gira em torno da fictícia agência de publicidade Sterling Cooper, focando em seu diretor de criação, Don Draper, e nas pessoas que fazem parte de sua vida, dentro e fora do escritório.

Segundo Janie Bryant, figurinista da premiada série, o segredo do sucesso que o figurino da série faz mundo afora é sua autenticidade. Em entrevista ao The New York Times, Bryant revelou que não se envergonha de repetir roupas nos personagens, muito menos de usar gravatas mal arrumadas em suas caracterizações. Para compor o visual, Bryant desenha algumas peças, combinando suas criações com peças de época compradas em lojas vintage.

A figurinista, que esteve no Brasil em 2013 para um evento, explicou à revista Vanity Fair o que está por trás de cada look dos personagens da série. O misterioso Draper, por exemplo, apesar de sempre impecável, é muito sutil ao se vestir – daí a ausência de muitas cores em suas roupas.

Já as mulheres, por exemplo, possuem uma relação peculiar com suas vestes. Como o período em que a série se passa possui uma grande relevância para a independência feminina, o figurino ressalta esse poder e conquista do mercado de trabalho pelas mulheres, retratados muito bem pela personagem Joan Harris. Destaque também para a caracterização de Betty Draper, que, à medida que se fortalece, troca as roupas com paletas de cores pálidas por uma mais viva.

Outra série de destaque – que ganhou maior alcance ao ser premiado pelo Emmy este ano e cuja 2ª temporada eletrizante já está no Netflix desde a sexta-feira passada – “House of Cards” já colocou uma personagem no hall da fama fashion. Esposa do senador Frank Underwood, que não mede esforços para atingir seu objetivo de se tornar Secretário de Estado, Claire Underwood já teve seus looks elogiados em grandes publicações de moda.

Responsável pelo figurino da série, Tom Broecker explicou ao site Fashionista suas influências para compor o closet de Claire. Segundo o figurinista, a personagem é vestida para se proteger. Como mulher de um político, ela deve estar impecável – mas sem se destacar. Para tanto, Broecker compôs um guarda-roupa recheado de labels como Armani, Gucci e Prada para a personagem, mas sempre com cortes clássicos.

Da próxima vez que for às compras, faça um exercício de reflexão. A roupa que você está comprando diz respeito a você ou a um personagem da moda? Dependendo da resposta, cuidado. Nesse caso, a vida pode estar imitando a arte.

Mais Matérias