Crédito: Divulgação / Carolina Mahuly

Arquitetura da moda

Conteudo Isobar

Eleita a nova arquiteta predileta da elite paulistana, Carolina Maluhy caiu no gosto das grifes fashion.

Formada pela Northeastern University, de Boston, e pós-graduada na Saci Università, de Florença, a arquiteta Carolina Maluhy iniciou sua carreira no escritório do renomado arquiteto Isay Weinfeld, no início dos anos 2000.

Dos quase cinco anos de trabalho ao lado de Weinfeld, além do carinho pelo mestre, a arquiteta traz consigo, de bagagem, alguns importantes prêmios como o IAB-SP pelo projeto do Clube Chocolate,  Hotel Fasano e Forneria San Paolo.

Em 2004, diante de projetos paralelos e propostas que surgiam, Carolina Maluhy optou por seguir carreira solo, abrindo um escritório em sociedade com Isis Chaulon, que também tem passagem pelo estúdio Isay Weinfeld.

Nesse período iniciava também a incursão de Carolina pelo “mundo da moda”. A estilista Cris Barros procurava alguém fresco, mas que ao mesmo tempo tivesse bagagem de vida para projetar a primeira flagship da marca que leva seu nome. Combinando irreverência com refinamento, a arquiteta é responsável pela assinatura das sete lojas da estilista.

Embora tenha preferido o mundo das pranchetas, o bom gosto e o olhar apurado da arquiteta para o mundo fashion está em seu DNA. Carolina é filha da estilista Candy Brown, o que talvez explique a preferência de algumas grifes em contratar alguém que respira moda desde o berço.

Para se ter ideia, o portfólio de Carolina Maluhy ainda constam projetos como o da loja do Ermenegildo Zegna da Rua Haddock Lobo, em São Paulo, oito unidades da grife Trousseau, no Rio e em São Paulo, a flagship do shoemaker Alexandre Birman, na Rua Oscar Freire, e o escritório do designer de joias Jack Vartanian.

E por aí vai. Carolina segue emprestando seu olhar apurado para clientes, sejam eles fashionistas ou simplesmente apreciadores da boa arquitetura.

 

Mais Matérias