Crédito: Zotter Brasil

Delícia austríaca

Conteudo Isobar

Recém-chegada no Brasil, Zotter aposta em receitas orgânicas inusitadas e na reinvenção do chocolate.

Em termos de patrimônio cultural, a Áustria é um terreno fértil, que forneceu maravilhas ao mundo. De lá saíram os gênios musicais Wolfgang Amadeus Mozart e Franz Schubert, o pai da psicanálise Sigmund Freud e o pintor simbolista Gustav Klimt. Mas saiba que os austríacos são também responsáveis por um dos melhores e mais cativantes chocolates de que se têm notícia.

Criada pelo austríaco Josef Zotter, a marca que leva seu sobrenome é conhecida por ser inusitada, divertida e, ao mesmo tempo, sustentável. O chocolatier é adepto do “bean to bar” (que vai desde a escolha dos tipos de grãos de cacau até a apresentação final do doce) e faz as criações da Zotter na própria fábrica, batizada de Choco-Shop Theatre, na cidade de Riegersburg, onde os visitantes podem acompanhar o processo completo – da torrefação dos grãos de cacau até os toques finais. O empreendedor, aliás, conhece pessoalmente todos os seus fornecedores e só compra matéria-prima de fontes certificadas de Fair Trade (Comércio Justo), sendo duas delas daqui do Brasil.

E não é só a ética do comércio justo que marca os produtos da Zotter. Qualidade e irreverência são pontos-chave na criação de seus chocolates. São ingredientes e combinações inusitadas, com flores no chocolate, cacau 70% com pimenta chilli, barras inspiradas na nossa caipirinha e outros exotismos gastronômicos. Uma verdadeira reinvenção dessa iguaria dos deuses.

No ano passado, a marca aterrissou no Brasil e já conquista o paladar dos chocólatras mais exigentes. Além de deliciosas combinações, como chocolate com maracujá, banana ou morango, a grife atende os mais diversos tipos de amantes do chocolate: todos os produtos não contêm glúten e uma das linhas é vegana (sem ingredientes de origem animal). O cacau e o açúcar são totalmente orgânicos; os chocolates não têm conservantes, componentes artificiais e outros ingredientes que o descaracterizam, o que o torna verdadeiramente especial e único.

Até mesmo o invólucro é um deleite: com ilustrações desenvolvidas pelo designer e diretor de arte Andreas H. Gratze, as embalagens são colecionadas avidamente por uma legião de fãs.

Mais Matérias