stand-up-kalmar-boards02

Equilíbrio sobre água

Conteudo Isobar

Empresa brasileira desenvolve pranchas de stand-up paddle em madeira, com modelo retrô inspirada nos anos 40.

Um remo, uma prancha e águas tranquilas. Além de sua simplicidade, o Stand-Up Paddle (SUP para os íntimos) tem sido cada vez mais procurado por ser um exercício físico moderado, que movimenta o corpo inteiro e fortalece braços, pernas, abdome, tornozelos e joelhos. O SUP ainda queima cerca de 500 calorias em uma hora de prática e não tem limite de idade. Inspirado no surf e na canoagem, o principal desafio do SUP é manter-se em pé na prancha, remando constantemente e buscando o equilíbrio do corpo e da mente.

Alguns entusiastas preferem alugar o equipamento diretamente no local onde o esporte será praticado. Para quem escolhe investir em uma boa prancha, a Kalmar apresenta um modelo com design retrô, em parceria com o shaper Gregório Motta. A prancha é feita da união de madeira, fibra de vidro e resina epóxi artesanalmente e tem visual vintage, que remonta ao design das pranchas dos anos 1940, quando o esporte foi surgiu no Havaí.

O modelo vintage da Kalmar é oferecido em três tamanhos – de 9, 10 e 11 pés – e possui preços a partir de R$ 6.000,00. O estaleiro também oferece remos ergonômicos em madeira maciça e fibra de vidro por R$ 750,00.

O estaleiro é referência na construção de embarcações com técnicas modernas da marcenaria naval, que envolve o uso de resina epóxi, compensado naval, lâminas naturais de madeira e outros materiais de acabamento, como tintas e vernizes específicos. A empresa, fundada em 1982 por Erik Krueger e seu filho Lars, ambos velejadores experientes, é hoje comandada por Lorena Krueger, neta de Erik, e tem sede em Itajaí, SC.

Se você quiser aproveitar a onda do stand-up paddle, saiba mais detalhes da prancha no site da Kalmar.

 

Mais Matérias