"Pastel Powder", trabalho de Teija Vartianen feito em giz pastel. | Crédito: Divulgação.

Entre Paredes

Conteudo Isobar

Projeto na web eleva papéis de parede ao status de obra de arte e comercializa trabalhos de artistas de todo o mundo.

“Mais arte, menos decoração”.  Este é o mote da empresa Feathr, que pretende substituir o vazio da decoração pela grandeza da arte. Para isso, vendem papéis de parede exclusivos, produzidos por artistas que inscrevem seus trabalhos no projeto.

Com bases em Helsinki, Berlin, Londres, Bali e também na internet, a empresa foi fundada pelo casal finlandês Anne e Tom Puukko e pelo neo-zelandês Oli Green. Além disso, recebem apoio do governo da Finlândia, por meio da Finnish Funding Agency for Innovation.

“Nós achamos que já era hora de dar algo incrível aos papéis de parede”, diz Tom Puukko. “Hoje em dia é possível comprar arte, móveis e moda diretamente de criadores independentes. Por que não papel de parede?”

A inovação artística do projeto é sustentada principalmente por seu modelo único de negócio: além de trabalhar diretamente com os artistas, a Feathr utiliza o apoio do público tanto para descobrir os artistas quanto para o processo de curadoria e seleção dos trabalhos que serão disponibilizados para venda.

A empresa trabalha com artistas das mais diversas áreas, incluindo tatuadores, grafiteiros, tipógrafos, fotógrafos e muito mais. As inspirações e técnicas de produção também são variadas. O fotógrafo Luke Evans, por exemplo, utilizou imagens de altíssima resolução de tecidos de cérebro de vacas no trabalho chamado “Neural”.  Já o artista Russell Marshall procura focar na vida efêmera das celebridades, incluindo cheques assinados por Elvis usados para comprar armas.

As estampas são impressas digitalmente e sob demanda em papéis ecológicos de 165 gramas. Segundo a fabricante, a aplicação dos papéis na parede é simples. Basta passar a cola diretamente na parede e fixar a estampa escolhida – sem cola escorrendo e sem bolhas no papel.

“Nossos clientes veem suas casas como uma extensão de quem eles são. Nós os ajudamos a se expressarem melhor nos espaços em que moram. Nós criamos arte com os artistas mais inovadores e independentes do mundo. Quem não quer isso na sua casa?”, pergunta o diretor criativo Oli Green.

Por não haver intermediários entre artistas e clientes, é possível comprar papéis de parede inovadores e exclusivos por preços razoáveis – e de qualquer lugar do mundo. Já os artistas recebem tanto pelas vendas quanto pelos royalties de suas produções.

Para quem quiser participar do projeto, a Feathr continua recebendo novos trabalhos para as próximas coleções. E, se você ficou interessado nos papéis de parede para dar um toque artístico em sua casa ou escritório, a primeira coleção estará disponível para compra a partir do dia 18 de maio. Acesse o site e saiba mais!

Mais Matérias