"Gattamelata" (Vladimir Korostyshevskiy)

Donatello para sempre

Conteudo Isobar

Escultor florentino engrandeceu o Renascimento

Há 630 anos, nascia o gênio Donato di Niccoló di Betto Bardi, na emblemática cidade de Florença, na Itália. Ao leitor, o nome deixa de ser estranho quando é atribuída ao escultor florentino sua alcunha artística, Donatello, um dos maiores expoentes do Renascimento (do século 14 ao 17).

Além de Florença, a arte de Donatello foi presenteada às cidades de Prato, Siena e Pádua. Nas suas esculturas em baixo-relevo, ele utilizou-se de materiais diversos, entre os quais, madeira, mármore e até bronze. A mais famosa estátua do artista florentino talvez seja David.

A obra é uma homenagem ao rei David por retratar a história de sua vitória em combate contra o gigante Golias, contada pela bíblia. Muito menor em estatura, David abateu o oponente com uma pedra durante a batalha entre os filisteus e o povo de Israel.

David feita em mármore foi iniciada em 1408 e concluída no ano seguinte para o Duomo de Florença. O preciosismo nos detalhes é uma das qualidades mais elogiáveis de Donatello. Anos mais tarde, por volta de 1440, o escultor faria nova estátua do rei David, agora em bronze.

A genialidade de Donatello, na verdade, era recorrer a diversas técnicas para fazer as esculturas. São João Evangelista (1409 a 1411) possui composição mais clássica, amparada por amplos estudos de anatomia que mais tarde serviriam de base a Michelangelo para fazer Moisés.

Na cidade Pádua, Donatello foi convidado a produzir Gattamelata – famosa estátua equestre em bronze –, entre 1443 e 1450. A sensação de movimento é bem transmitida pela obra: parece realmente que o cavalo montado avança passo a passo. O monumento foi molde para outras estátuas equestres até o século 19.

Nos últimos anos de sua vida, de volta a Florença, Donatello dedicou-se à Madalena, esculpida em madeira, obra de acentuada expressão, corpo esquelético e feições cujas sensações são de dor.

O escultor renascentista morreu 550 anos atrás, tendo vivido oito décadas. Nesse mais de meio século que se passou, além das obras já mencionadas, o escultor concluiu outras tantas. São Marcos, o Tabernáculo de São Jorge e O Banquete de Herodes, por exemplo, impulsionaram a arte irreversivelmente.

Mais Matérias