Fotos Campanha_AGT Acre_Cr+®ditoFotos Lucas Moura (5) copy

DNA TUPINIQUIM

Conteudo Isobar

Projeto liderado por Marcelo Rosenbaum origina luminárias inspiradas em lendas da etnia Yawanawá, localizada no Acre.

Elas são coloridas, feitas a partir de miçangas e, mais do que cor e arte, carregam histórias, lendas, mitos e sonhos dos índios da etnia Yawanawá, que fica no Acre – coração da floresta amazônica.

As luminárias são fruto do bem-sucedido projeto “A Gente Transforma”, encabeçado pelo designer Marcelo Rosenbaum ao lado dos colegas de profissão Paulo Biacchi e Carolina Armellini, dos estúdios Fetiche Design e Nada se Leva.

Juntos, os profissionais fizeram uma imersão nas Aldeias Nova Esperança e Amparo, onde se encontraram com 78 artesãos locais e coletaram informações acerca das histórias, lendas e mitos de cultura Yawanawá.

O resultado final dessa experiência foi a produção de nove luminárias, sendo que cada uma delas carrega consigo uma história diferente. A Runuãrunuahu, por exemplo, é feita a partir de uma trave de Pupunha (madeira típica da região) e tem uma estampa que simboliza a cabeça e o corpo da jiboia.

Já a Kape / Kapemixtihu –  há dois modelos; um grande e outro pequeno –  foi inspirada no jacaré, e utiliza técnicas tradicionais de construções das tipologias de moradias Yawanawá.

Na mitologia Yawanawá, as araras levavam as mensagens nos seus cantos de saudade e esperança. As luminárias agora assumem o papel de mensageiras e, além de resgatar as raízes ancestrais de uma cultura, disseminam suas riquezas, que são pura brasilidade, pelo mundo afora.

Toda a linha Yawanawá é comercializada pela La Lampe, que apoiou a iniciativa desde o começo e participou do desenvolvimento das luminárias. Clique aqui e saiba mais sobre o projeto “A Gente Transforma”.

Mais Matérias