"Estaneria", Los Carpinteros (Los Carpinteros/Divulgação)

Carpinteros de Havana

Conteudo Isobar

CCBB: exposição de artistas cubanos é atração no Brasil

As obras dos artistas cubanos Marcos Castillo e Dagoberto Rodríguez são reconhecidas pelo bom-humor, pela crítica ácida e pelo apelo social. Desde 1992, eles produzem peças cheias de significado, utilizando-se da arquitetura, da escultura e do design.

Marcos e Dagoberto pertencem ao aclamado Los Carpinteros, coletivo artístico que o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) traz, em 2016 e em 2017, às principais capitais do país. A exposição deles é composta por 70 peças, entre desenhos, aquarelas, esculturas, instalações, vídeos e obras site specific.

“O objeto será o protagonista desta exposição, forçado a uma constante metamorfose pela ideia artística: imaginado em desenhos, projetado e testado nas maquetes tridimensionais ou alcançando sua vitalidade máxima como utopia realizada nas grandes instalações”, explica o curador, Rodolfo de Athayde.

A exposição Los Carpinteros: Objeto Vital compreende todas as fases do coletivo cubano, desde a década de 1990, e inclui ainda peças inéditas confeccionadas especialmente para serem apresentadas no Brasil.

HUMOR E POLÍTICA

O coletivo Los Carpinteros já expôs nas principais instituições artísticas do mundo, a exemplo do Museum of Modern Art (Nova York), do Museum of Contemporary Art (Los Angeles) e da TATE Gallery (Londres). Passaram também pela Suíça, pela França, pelo Japão e pelo México.

Graduados na Universidade de Arte de Havana, Marcos Castillo e Dagoberto Rodríguez perseguem o equilíbrio delicado entre o humor e o comentário político, entre o global e o contextual.

A profissão da carpintaria, um tanto alheia ao universo das belas artes, recebeu toques especiais, como na obra Marquilla Cigarrera. Por sua vez, Focsa transforma emblemáticas construções de Havana em móveis de madeira cheios de gavetas vazias.

Em VDNKh Toy, Marcos e Dagoberto replicam monumentos internacionais com peças de lego, conhecido brinquedo de montar. Estrutura arquitetônica, Casa-Pinza utiliza-se do formato de um alicate como base de uma planta para espaço residencial.

Após passar por São Paulo, Los Capinteros: Objeto Vital estreia no CCBB de Brasília, em 3 de novembro. A exposição segue para Belo Horizonte, em 31 de janeiro, e estará no Rio de Janeiro, a partir de 16 de maio.

Para mais informações, acesse o site do CCBB.

 

Mais Matérias