Photo_Josse_Démo

Sabor sagrado

Conteudo Isobar

Locais históricos resgatam e celebram o chocolate pelo mundo.

A Bélgica é destino certeiro (e obrigatório) para os chocólatras de todo o mundo. Por exportar essa iguaria com altíssima qualidade, usado em delicatessens, restaurantes e fábricas por todo o mundo, as cidades desse país recebem hordas de turistas ávidos por provar esse doce associado com divindades antigas.

Em Bruxelas, os chocólatras encontram um santuário no Museu do Cacau e do Chocolate. No MUCC, os visitantes mergulham na história dessa delícia e são transportados para a América pré-Colombiana, onde astecas e maias conduziam experiências com a delícia, além de aprenderem como o fruto do cacaueiro chegou à Europa e conquistou o Velho Mundo.

O museu apresenta demonstrações de como é feito o chocolate e ainda oferece um Tour Gourmet, de duas horas e meia, com explicações sobre o Centro Histórico de Bruxelas e a origem do doce.

Na Alemanha, quem diria, uma das marcas mais queridas do mundo também oferece uma visita especial aos amantes de seus chocolates. A Lindt abre suas portas na cidade de Colônia, quase divisa com a França, especialmente para aqueles que incluem seus produtos no check-list do Duty Free sem pensar duas vezes.

Assim como no MUCC, no Schokoladenmuseum Köln (ou, simplesmente, Museu do Chocolate de Colônia), os visitantes passeiam por três mil anos de história. O cheiro de chocolate toma os corredores da construção, à beira do rio Reno, e os fãs do doce são recebidos por uma escultura em formato de cacaueiro, que jorra chocolate fresquinho. Uma funcionária coleta o doce líquido com biscoitos tipo waffer e entrega aos turistas para degustar. Não é preciso dizer que há filas para a experiência, que vale cada minuto.

Ao final de ambas as atividades, o sortudo entusiasta tem o prazer de provar as maravilhas de um bom chocolate. E, claro, não deixe de visitar a loja e trazer presentes de fazer os amigos se derreterem de vontade de ir.

(Na foto de capa, o artesão Josse Démo mostra como se faz o chocolate no Museu do Cacau e do Chocolate, em Bruxelas, na Bélgica / Crédito: Musée du Cacao et du Chocolat/Creative Commons)

Mais Matérias