14285290734_8fb909f50d_o

Coreografia em cena

Conteudo Isobar

Criado e dirigido por Deborah Colker, o mais recente espetáculo de sua companhia de dança é inspirado no romance Belle de Jour.

Formada em 1994, a Cia de Dança Deborah Colker já encenou espetáculos premiados no Brasil e no mundo, tais como Vulcão, Velox, Rota, e Tatyana. Duas décadas depois, a companhia estreia um novo espetáculo, Belle, com nova temporada que entra em cartaz no nordeste do País no próximo mês.

Com criação e direção de Deborah, a coreografia é inspirada no romance Belle de Jour, do escritor Joseph Kessel, que mais tarde foi levado ao cinema pelo mexicano Luis Buñuel (1900-1983) e protagonizado pela musa Catherine Deneuve.

A história de Séverine, uma burguesa casada que tenta suprir seu vazio existencial passando suas tardes em um randevu, onde atende pelo codinome Belle, seduziu Deborah Colker em 2011, pouco depois da estreia de Tatyana, também inspirado em uma obra literária.

“O livro de Kessel foi meu timoneiro”, afirma Deborah. “Mas o meu desafio era traduzir em movimentos a dicotomia humana que move a história desta mulher. E, pela própria natureza da linguagem coreográfica, meu espetáculo traduz uma leitura muito mais poética do que a narrativa da trama.”

Tanto no romance original quanto no filme de Buñuel, Séverine e Belle são a mesma pessoa. Porém, como a dança é definida pelo trabalho corporal, a diretora optou por duas bailarinas que fossem perfeitos opostos uma da outra: “uma é alta, controlada, fria, sistemática. A outra é baixa, vulcânica, intensa, animal”, diz.

Com trilha sonora que vai do gênio do jazz, Miles Davis, ao rock alternativo de Lou Reed, passando pela música eletrônica, o espetáculo se baseia em duas partes. A primeira se concentra na casa de Séverine e termina em sua descoberta clandestina no randevu. A segunda acontece inteiramente no habitat de Belle.

Essa construção reforça o lado pessoal para interpretar a peça, pois o desejo de Deborah é deixar que o espectador se questione: “afinal, esta é uma história que realmente se realiza ou que se passa apenas dentro da cabeça de Séverine?”.

Para conhecer a programação completa, acesse o site da companhia aqui.

 

 

 

 

 

 

 

Mais Matérias