Crédito: Vicente de Mello.

ARTE TECNOLÓGICA

Administrador Click

Exposição de Abraham Palatnik chega ao CCBB

Em mais uma iniciativa de valorização e de promoção da arte brasileira, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) leva ao público a exposição A Reinvenção da Pintura – uma reunião de obras do brasileiro Abraham Palatnik, pioneiro na associação entre arte e tecnologia.

O trabalho de Palatnik traduz-se na transição do moderno ao contemporâneo. Em títulos como Aparelho Cinecromáticos e Objetos Cinéticos, o artista transcende limites da pintura e da escultura modernas. Nas telas, ele promove uma nova consciência sobre o corpo.

A Reinvenção da Pintura permanece no CCBB de 1 de fevereiro a 24 de abril. A exposição individual vanguardista tem curadoria de Felipe Scovino e Pieter Tjabbes e é a maior do artista já promovida no Brasil. Mais de 80 obras de Palatnik contemplam projetos em execução e até produções inéditas.

PIONEIRISMO

Abraham Palatnik é potiguar. Nasceu em Natal, em 19 de fevereiro de 1928. De origem judia, ele viveu no Oriente Médio, onde estudou arte e um pouco de engenharia. No Rio de Janeiro, fez parte de núcleo de artistas abstratos e levou adiante estudos na área da luz e do movimento. Foi quando tornou-se pioneiro da arte cinética no Brasil, por volta da década de 1950.

 

Atualmente, obras assinadas por Palatnik integram acervos muito particulares de galerias importantes dos Estados Unidos e da Europa. Aos 89 anos, o brasileiro mora no Rio de Janeiro, local de onde lidera sua ainda ativa produção artística.

Para mais informações, acesse o site do CCBB.

Mais Matérias