34082929066_0e4f41d92b_z

ARTE E VIDA DE CÍCERO

Administrador Click

CCBB apresenta: “Cícero Dias – Um Percurso Poético”

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) traz, em seu profundo compromisso com a promoção da arte brasileira, a exposição Cícero Dias – Um Percurso Poético, trabalho capitaneado pelo pintor do Modernismo brasileiro falecido em 2003.
A programação reúne o conjunto da obra de Cícero, sua história de vida, as relações com poetas e intelectuais brasileiros e estrangeiros, além da participação do pintor na arte europeia.

Relíquias compõem a mostra: são cartas, textos e fotos de Manuel Bandeira, Gilberto Freyre, Murilo Mendes, José Lins do Rego, Mário Pedrosa, Pierre Restany, Paul Éluard, Roland Penrose, Pablo Picasso, Alexander Calder, etc.

De 8 de fevereiro a 3 de abril, o CCBB apresenta ao público a exposição do pintor modernista brasileiro. Produzida pela Base7, ela está sob curadoria de Denise Mattar e consultoria de Sylvia Dias, filha do artista.

BIOGRAFIA

Cícero Dias nasceu em 5 de março de 1907, em Pernambuco. Depois de mudar-se para o Rio de Janeiro, na década de 1920, o pintor teve contato com o movimento modernista e dedicou-se aos estudos de pintura.

O artista deixou a Escola de Belas Artes em 1928. Foi quando passou ater-se exclusivamente à pintura. Anos mais tarde, Cícero marcaria presença em Nova York e em Paris. Na França, entrou em contato com Pablo Picasso e com o poeta Paul Éluard, uma ponte ao surrealismo.

Amsterdã, Londres, Lisboa: a produção de Cícero passou por muitos pólos da arte, entre os quais, o Salão de Arte Moderna, a Bienal de Veneza, a Unesco, o Museu de Arte Moderna (MAM).

Ter-se fixado em Paris possibilitou ao pintor brasileiro experiências marcantes. Durante a Segunda Guerra Mundial, Cícero chegou a ser feito prisioneiro pelos nazistas.

Morreu em 28 de janeiro de 2003, em sua casa, na capital francesa.

Mais Matérias